Videoconferência debaterá a Covid-19 e o superendividamento dos consumidores